quinta, 06 de julho de 2017 - 17:28h
Governo publica edital da Polícia Militar com oferta de 300 vagas imediatas
Governador Waldez Góes lançará na próxima semana os editais da Polícia Civil e Politec.
Por: Eloisy Santos
Foto: Wenndel Paixão
A solenidade de lançamento do edital foi coordenada pelo governador Waldez Góes

O Governo do Estado do Amapá lançou nesta quinta-feira, 6, no salão nobre do Palácio do Setentrião o edital do Concurso Público que oferta 300 vagas imediatas para soldado da Polícia Militar. O edital prevê ainda um cadastro reserva com 900 vagas. O certame será conduzido pela Fundação Carlos Chagas (FCC).

As inscrições devem ser feitas exclusivamente via internet, no endereço eletrônico www.concursosfcc.com.br, tendo início às 10h do próximo dia 10 de julho e encerrando às 14h do dia 31 do mesmo mês. Só será confirmada a inscrição mediante pagamento de taxa no valor de R$ 100. Para participar, o candidato deve possuir nível superior e estar na faixa-etária de 18 a 30 anos. 

O último concurso público para a PMAP foi realizado em 2009, com oferta de 150 vagas imediatas, na gestão anterior do governador Waldez Góes.

Atualmente, a PMAP atua no Estado com um efetivo de pouco mais de 3,5 mil policiais, cerca de 50% a menos que o quantitativo ideal.

Durante o evento, o comandante geral da PM, coronel Rodolfo Pereira discursou acerca desta deficiência de pessoal e pontuou que em 2016 a corporação apresentou um déficit de 150 policiais militares, por vários motivos, dentre reserva remunerada, licenciamento e falecimento. “Este ano já há 84 policiais em processo de reserva remunerada. Este concurso público reafirma o compromisso do Estado em dar melhores condições para a segurança pública do Estado, tornando possível o reforço no efetivo”, comemorou, pontuando que a maior carência se dá no interior do estado.  

Reforçando a fala do comandante, o secretário de Estado da Justiça, Ericlaudio Alencar destacou que este concurso integra a proposta de reestruturação da segurança pública. “Atravessamos tempos difíceis e nem assim deixamos de planejar e executar, sempre pensando no cidadão que é o destinatário final de todo trabalho realizado pela gestão”.

O governador do Amapá, Waldez Góes enfatizou que a Polícia Militar é o braço de todo o sistema e que o lançamento do edital só foi possível mediante muito trabalho, planejamento e equilíbrio fiscal em meio ao enfrentamento da mais grave crise financeira do país.

“Dotar os órgãos de segurança pública tanto de aparelhamento, infraestrutura e de pessoal é determinante para uma boa política de segurança. Os 300 aprovados serão ingressos imediatamente na corporação e esperamos alcançar o número de cadastro reserva de até 900, sendo este banco fundamental para o planejamento a médio prazo do Estado”, frisou Góes, informando ainda que até o fim do ano será inaugurado o Sistema de Rádio de Comunicação, ferramenta que facilitará a comunicação dos órgãos de Defesa em todos os municípios.

O Chefe de Estado ainda reforçou que os editais dos concursos da Polícia Civil do Amapá e Polícia Técnico-Científica também serão lançados pelo GEA na semana que vem.

Dedicação

Maria Alcele Rodrigues, 28 anos, há cerca de dois anos dedica todo o seu tempo na preparação intelectual e física para a aprovação em concursos da área de segurança pública. Ela contou que fará também o da Polícia Civil.

“Abdiquei de trabalho e vida social para me dedicar exclusivamente aos estudos e preparação física. Passo noites acordada, assim como tantas outras pessoas que sonham em alcançar a tão sonhada estabilidade profissional e financeira que estes concursos possibilitam. Agora teremos a chance de realizar”, estimou.

Fases

O concurso da PMAP contará com seis fases, sendo a primeira a aplicação da prova de conhecimentos, a ocorrer no dia 20 de agosto. A segunda fase será de exame documental, seguida de exame de capacidade física, teste de avaliação psicológica, exame de saúde e investigação social.

Segundo a secretária de Estado da Administração, Suelem Amoras, é importante que o candidato esteja atento ao cronograma de execução do certame. O edital completo poderá ser acessado aqui (Link do edital) ou no site da Secretaria de Estado da Administração (www.sead.ap.gov.br).

Remuneração

O candidato considerado apto em todas estas fases será, ao fim, matriculado no Curso de Formação de Soldado, período em que será remunerado como soldado de 2ª classe (R$ 1. 748,68 + R$ 900,00 de alimentação).

Sendo aprovado no curso de formação, o soldado de 2ª classe passará a patente de soldado 1ª classe, sendo a partir de então remunerado com R$ 2.859,31 + R$ 900,00 de alimentação.

Investimento em segurança pública

Desde 2015, mesmo em meio à crise econômica que afeta o país e, consequentemente, o Amapá, o GEA segue investindo em Defesa Social, para melhor assistir a população e garantir a manutenção da ordem pública em todo o estado. A aquisição do helicóptero do Grupamento Tático Aéreo (GTA) é um exemplo deste compromisso, onde foram investidos R$ 12 milhões para que os trabalhos de busca e salvamento em áreas mais remotas continuem acontecendo.

Em dois anos e cinco meses, foram construídos e reformados prédios, adquiridos equipamentos e veículos, investimentos estes no âmbito da Defesa Social e Infraestrutura que totalizam R$ 170 milhões. Neste período, o Estado ainda adquiriu e substituiu 160 viaturas das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Técnico-Científica.

Na solenidade estiveram presentes membros da equipe de governo; o líder do governo na Assembleia Legislativa do Amapá, Dr. Furlan; a deputada estadual Marília Góes; o procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Amapá, Márcio Augusto Alves; o pró-reitor de Extensão e Ações Comunitárias da Universidade Federal do Amapá, Rafael Pontes; o prefeito de Santana Ofirney Sadala; além de outras autoridades, militares e sociedade civil.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá