terça, 10 de janeiro de 2017 - 13:12h
UPA da Zona Norte passa a atender pacientes graves
Espaço agora conta com equipamentos e profissionais preparados para garantir o atendimento
Por: Poliana Tavares
Foto: Márcio Pinheiro
Sala tem equipamentos como monitores cardíacos, bomba de infusão e respiradores

Já está em funcionamento, na Unidade de Pronto Atendimento da Zona Norte (UPA), a sala de estabilização (semi-intensiva) que conta com dois leitos para pacientes em situação de risco de morte. Com a implantação do novo espaço, a UPA passa a ter condições de atender situações mais graves, como casos de trauma, infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral (AVC), dando celeridade ao atendimento e contribuindo para as chances de sobrevivência do paciente.

A sala é dotada de equipamentos como monitores cardíacos, bomba de infusão, respiradores, desfibriladores e um eletrocardiograma, além de contar com uma equipe treinada para o atendimento de urgência e emergência. Se houver necessidade, o paciente será encaminhado para as unidades mais avançadas.

Para o diretor da UPA, Waldir Bittencourt, o funcionamento da sala de estabilização garante o suporte à vida do paciente. "Não queremos perder pacientes por falta de estabilização. Esta ampliação em nossa unidade permitirá um tratamento mais adequado ao usuário do SUS e possibilitará uma transferência com mais responsabilidade e atenção ao cidadão", finalizou.

O Ministério da Saúde prevê que para se ter uma sala de estabilização, o município deve ter a cobertura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), além de um hospital de referência para retaguarda com mais de 50 leitos.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá