quinta, 13 de julho de 2017 - 10:01h
Professor da rede estadual é selecionado para programa educacional na Guiana Francesa
Amapaense vai passar sete meses atuando na rede de ensino francesa.
Por: Wellington Costa
Foto: Erich Macias
Amapaense é um dos nove candidatos que foram selecionados no Brasil para atuarem no programa

O professor de língua francesa da rede estadual de ensino Angleson de Souza Lima foi selecionado para atuar no programa de Assistentes de Língua Portuguesa na Guiana Francesa. A bolsa foi concedida pela Delegação Acadêmica de Relações e Cooperação Europeia e Internacional (Dareic Guyana), do governo francês. O amapaense é um dos nove candidatos que foram selecionados no Brasil para atuarem no programa.

O professor iniciará as atividades em solo guianense a partir de 1º de outubro de 2017, com duração de sete meses e salário líquido de aproximadamente 1.100 euros. Alojamento, comida e transporte serão custeados com o valor da bolsa. Angleson Lima é coordenador dos programas Escolas com Salas Bilíngues e Escola de Fronteira, do Governo do Amapá, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação (Seed).

“Passar setes meses imersos na cultura francesa, vendo suas peculiaridades e trabalhando de acordo com as diretrizes da educação de lá, vai ser de estrema importância, principalmente para aperfeiçoar o programa da Escola de Fronteira, que será nos moldes da educação francesa”, destacou o professor.

Outros dois candidatos do Amapá foram selecionados, uma estudante da Universidade Federal UUnifap) e outra de uma instituição privada. Além do Amapá, os estados de São Paulo, Minas Gerais, Amazonas, Pernambuco, Pará e Bahia tiveram candidatos selecionados.

O professor Angleson Lima deverá chegar à Guiana na última semana de setembro. Será recebido no aeroporto e alojado gratuitamente durante alguns dias para conhecer os outros assistentes e cumprir as formalidades administrativas. A oportunidade também será de colocar em evidência a língua portuguesa.

“Será uma troca de conhecimentos muito importante, onde o nosso idioma vai estar em evidência, também. Além de eu aprofundar os estudos sobre a língua francesa”, reforçou.

Angleson tem 27 anos e ingressou no serviço público no último concurso da educação, em 2012. O Governo do Estado e Seed são grandes apoiadores e incentivadores de projetos que visam o intercâmbio acadêmico e aperfeiçoamento profissional dos servidores da educação.

“Casos como o do professor Angleson servem de estímulo para os demais professores da rede estadual. São oportunidades que vão enriquecer a prática de ensino do professor”, comentou a secretária adjunta de Políticas da Educação da Seed, Dina Melo.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá