sexta, 19 de maio de 2017 - 18:20h
Programação alusiva ao Dia Mundial de Doação de Leite Humano incentiva novas doadoras
Programação na Praça Floriano homenageou as doadoras e incentivou outras mulheres a doarem leite.
Por: Elmano Pantoja
Foto: Márcio Pinheiro
Doadoras ganharam ensaio fotográfico e participaram de uma vasta programação na Floriano Peixoto

Especialmente durante os seis primeiros meses de vida do bebê, o leite materno é o alimento único e essencial para que ele cresça forte e saudável. Buscando essa conscientização, o Banco de Leite Humano (BLH), do Hospital da Mulher Mãe Luzia (HMML), realizou uma extensa programação alusiva ao Dia Mundial de Doação de Leite Humano - 19 de maio - envolvendo mães que doam o leite para ajudar outras crianças.

O ato solidário materno foi celebrado com direito a recorde de doação no BLH, pela mãe do pequeno Pedro Guilherme. Dona Dorilene da Conceição é a segunda maior doadora atualmente. Em quatro meses, foram mais de 24 litros doados. "Eu digo que tenho filhos na Maternidade, no Hospital de Santana, no São Camilo e vários outros que já foram alimentados pelo meu leite, e para mim, isso é muito gratificante", enfatizou.

A programação aconteceu na Praça Floriano Peixoto, com ensaio fotográfico para presentear as doadoras, corte de cabelo, massagem, maquiagem, penteado, pintura e música, com a banda do Corpo de Bombeiros Militar.

Além do momento de lazer proporcionado pelo BLH, também foram doados frascos de vidro para o armazenamento de leite. Segundo a coordenadora do Banco de Leite, Darcineya Dias, é importante incentivar a doação. "Nosso objetivo é mostrar o quanto esse alimento é essencial, principalmente nos seis primeiros meses de vida da criança, e também, incentivar que mais mães façam esse ato de amor", enfatizou.

Quem pode doar

Para se tornar uma doadora, a mulher em fase de amamentação deve produzir um volume de leite acima da necessidade de seu bebê, além de ser saudável e não usar medicamentos que impeçam a doação.

Interessadas devem procurar o Banco de Leite, que funciona 24 horas por dia, no prédio do Hospital da Mulher Mãe Luzia, na Rua: Jovino Dinoá, esquina com a Av. FAB. Mais informações pelo número (96) 3225-8732.

Quem não tem leite, pode doar vidros

Todos podem ajudar o Banco de Leite Humano do HMML com a doação de recipientes de vidro com tampa plástica. Pode ser de café solúvel ou maionese, que servirão para armazenar o leite humano doado.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá