quinta, 20 de abril de 2017 - 18:23h
Amapá recebe nova ajuda do governo federal para municípios em situação de emergência
Famílias de Porto Grande, Ferreira Gomes, Tartarugalzinho e Laranjal do Jari serão beneficiadas com materiais de higiene e limpeza, cestas de alimentos e outros
Por: Eloisy Santos
Foto: Maksuel Martins
Donativos serão distribuídos nos municípios na próxima semana, com apoio de órgãos estaduais e municipais

O Governo do Estado do Amapá (GEA), por meio da Defesa Civil Estadual, articulou junto ao Ministério da Integração Nacional pedido de reconhecimento de situação de emergência nos municípios de Porto Grande, Ferreira Gomes, Tartarugalzinho e Laranjal do Jari. O reconhecimento foi consolidado e, mediante isso, o auxílio com materiais que abrangem cestas de alimentos, kits higiene, kits limpeza, kits infantis, colchões e água mineral começaram a ser enviados pelo governo federal.

O auxílio começou a chegar no Estado na terça-feira, 17, e está sendo armazenado na quadra do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP), em Macapá. Até esta quinta-feira, 20, cerca de 70% do material foram recebidos. No total, o auxílio é composto por 1.200 cestas de alimentos, 1.200 kits higiene, 1.200 kits limpeza, 1.200 kits infantis, 2.000 colchões e 87 mil unidades de água mineral (5 litros).

Foram cadastradas por técnicos de assistência social dos municípios e do Estado, 170 famílias afetadas em Porto Grande, 290 em Ferreira Gomes, 373 no município de Tartarugalzinho e 367 em Laranjal do Jari, para as quais serão entregues os materiais. Já não há pontos de alagamento nestas regiões, nem famílias desabrigadas ou desalojadas. Ainda assim, a Defesa Civil segue monitorando, incluindo Serra do Navio e Calçoene.

Até este sábado, 22, os demais 30% do auxílio devem chegar à capital. Enquanto isso, segundo o coordenador estadual de Defesa Civil, coronel Wagner Coelho, o órgão articula o procedimento de entrega às famílias afetadas por inundação nos municípios. “Estamos aguardando a chegada do restante do material, mas paralelo a isso já estamos fazendo o planejamento operacional de entrega do auxílio, organizando principalmente a logística de transporte. Para o Jari, o transporte deve ser feito por balsa. Para os demais municípios, via terrestre, em caminhões”, explicou.

O comandante ainda pontuou que alguns itens são comprados no Amapá pelo governo federal, o que movimenta o mercado local. “As cestas são enviadas de Brasília, mas alguns materiais, como fraldas descartáveis e os garrafões de água serão comprados no estado, o que acaba movimentando a economia daqui”, reiterou.

Estarão engajadas na missão de entrega, a ocorrer a partir da próxima semana, equipes da Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (Sims) e Exército Brasileiro, junto a equipes de militares e técnicos de assistência social dos municípios. A Secretaria de Transportes do Estado (Setrap) deve auxiliar com caminhões e balsa.

Em Porto Grande, a entrega deve ocorrer em 29 de abril, ocasião também em que haverá uma grande ação de combate ao Aedes aegypti na região.

Vale pontuar que em momento anterior, o governo do estado beneficiou famílias de Calçoene com donativos, como água e alimentos. O mesmo município e o Arquipélago do Bailique (regiões que estão em situação de emergência) também receberam ajuda do governo federal há cerca de um mês. 

O Estado ainda aguarda resposta a pedido de auxílio financeiro à União em prol dos municípios que ainda estão em situação de emergência.

GALERIA DE FOTOS
GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá