terça, 04 de janeiro de 2022 - 13:36h - 1123
Governo do Amapá promove ação de saúde para conter casos de síndrome gripal no Iapen
A ação trabalha a prevenção e tratamento da população carcerária acometida por doenças respiratórias que se proliferam neste período de inverno Amazônico.
Por: Karla Santos
Foto: Karla Santos/ Sesa
A ação trabalha a prevenção e remediação de casos de síndrome gripal

Nesta terça-feira, 4, o Governo do Amapá iniciou uma ação de saúde para controlar os quadros de síndrome gripal no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) disponibilizou uma equipe com 7 profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, para realizar triagem de verificação de sinais vitais, dispensação de medicamentos e administração de injetáveis. Durante os dias de ação, a equipe da Sesa também testará os detentos para Covid-19.

O secretário-adjunto de atenção à Saúde, José Everton Gomes, afirma que a ação busca atuar no atendimento primário, para sanar a infecção respiratória ainda no início dos sintomas.

“Estamos prestando o apoio necessário para que os casos de síndrome gripal não afoguem as unidades hospitalares. A equipe cuidará, aqui no Iapen, das pessoas que estão apresentando sintomas como tosse, diarreia, dores musculares, falta de ar, e demais sinais e sintomas de infecção viral”, destacou.

Segundo o coordenador de tratamento penal, José Antônio Nunes, cerca de 20% da população carcerária, aproximadamente 500 internos, apresenta sintomas de infecção respiratória. Deste quantitativo, 5 detentos estão internados no Hospital de Emergência (HE).

“Os detentos convivem com muita proximidade. Estamos trabalhando não somente a remediação, mas também a prevenção, dentro das possibilidades”, afirmou.

As visitas aos internos continuam suspensas.

Testes

Também está previsto para esta quarta-feira que uma equipe da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) retorne ao Iapen para testagem que identifica influenza.

Na semana passada, equipes do Laboratório Central (Lacen) aplicaram 200 exames PT-PCR em funcionários e apenados do Instituto. O procedimento pode detectar diferentes vírus, como influenza A e B (que causam gripe) e sars-cov 2 (causador da covid-19).

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Karla Santos/Sesa

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá