segunda, 05 de julho de 2021 - 20:44h - 5974
Nota de pesar pelo falecimento do desembargador aposentado Manoel Brito
Filho de pai negro e mãe indígena, Manoel Brito sempre defendeu que as atitudes mais importantes em um ser humano são as de humildade e respeito.
Por: Da Redação

O Governo do Amapá externa profundo pesar pelo falecimento do desembargador aposentado Manoel Brito, aos 69 anos, nesta segunda-feira, 5. Ao longo de sua carreira, Manoel Brito trouxe grandes contribuições ao Judiciário amapaense.

No início de sua experiência profissional, aos 21 anos, foi professor de educação física, posteriormente, foi delegado de polícia, chefe da Divisão de Polícia do Interior, técnico judiciário, promotor de Justiça, procurador de Justiça e procurador-geral de Justiça. Em 2015, ele se tornou desembargador do Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap).

Filho de pai negro e mãe indígena da tribo Galibi de Oiapoque, Manoel Brito sempre defendeu que as atitudes mais importantes em um ser humano são as de humildade e respeito.

Que neste momento dor, Deus conforte o coração da sua esposa, Áurea; de seus filhos, Auriney, Alessandro e Aurilene; dos familiares e de amigos.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá