quarta, 14 de julho de 2021 - 09:01h - 4359
Governador entrega veículos e equipamentos tecnológicos para Plano de Implementação do Setor Rural
Aquisições fazem parte de um investimento de R$35 milhões no setor produtivo.
Por: Henrique Borges
Foto: Marcio Pinheiro
Os investimentos fazem parte de um grande pacote Governo do Amapá para o setor rural.

Com foco no setor produtivo do Amapá, o governador, Waldez Góes, entregou veículos e equipamentos tecnológicos para o Instituto de Desenvolvimento Rural (Rurap) nesta terça-feira, 13. As aquisições fazem parte de um investimento de R$35 milhões no Plano de Implementação do Setor Rural.

Góes também assinou um contrato para implantação do Sistema Integrado de Gestão de Assistência Técnica e Extensão Rural (Sigater), que vai dar maior controle da base de dados dos produtores e extensionistas por todo o Amapá.

O evento contou com a participação dos chefes dos 21 escritórios do Rurap e cinco gerentes regionais do órgão. 

Os investimentos fazem parte de um grande pacote Governo do Amapá para o setor rural. De julho de 2020 a julho de 2021, os recursos somam R$35 milhões aplicados em reforma de escritórios pelos municípios do interior, na manutenção da frota de carros, no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), no crédito do Fundo Rural do Amapá (Frap), além de convênios e emendas para implementação tecnológica , apoio a piscicultura familiar, aquisição de patrulha mecanizada, entre outros investimentos.

Waldez também lembrou a implantação do Programa de Produção Integrada de Alimentos (PPI) que, em nova etapa, vai atender 1.120 projetos de agricultura familiar, com investimento de R$8,5 milhões do Frap.

“Disponibilizamos recursos para os projetos do Frap, com disponibilidade para aumentar esse número, dependendo da atuação dos extensionistas, das boas escolhas de cadeias produtivas, da vocação das regiões e da certeza de mercado. Então, é toda uma política pública que está sendo cada vez mais fortalecida”, ressaltou.

Sigater

O diretor-presidente do Rurap, Hugo Paranhos, detalhou que o Sigater deve começar a operar em três meses.

“Com o sistema, será possível cadastrar produtos, fazer pesquisa de preços do PAA, cadastrar o perfil do produtor e público atendido, assim como da propriedade com visualização do Google Maps”, disse. 

 

 

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá