sexta, 15 de outubro de 2021 - 21:02h - 3313
Governo do Estado vai distribuir cestas de alimentos para mais de 3,8 mil famílias de comunidades quilombolas
Os alimentos foram enviados pelo governo federal e vão reforçar a segurança alimentar em mais 40 comunidades do Amapá.
Por: Jamylle Nogueira
Foto: Marcelo Loureiro/Secom
A solenidade de entrega das cestas básicas aconteceu na quadra do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar, e serão distribuídas nas comunidades no período de 30 dias

O Governo do Estado vai distribuir 3.892 cestas de alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade social de 40 comunidades quilombolas do estado. Os alimentos fazem parte da etapa emergencial da Ação de Distribuição de Alimentos (ADA) e foram enviados pelo Ministério da Cidadania, por meio da Fundação Cultural Palmares e da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).


O suporte vai auxiliar as pessoas que foram afetadas pela pandemia de covid-19.

O governador, Waldez Góes, destacou que as equipes de assistência social têm trabalhado para que as cestas de alimentos cheguem o mais rápido possível às comunidades.

“Temos trabalhado de forma árdua para que famílias amapaenses afetadas pela pandemia sejam beneficiadas com a segurança alimentar, por esse motivo, além da parceria com o governo federal, nós temos programas criados pelo estado que reforçam ainda mais nosso compromisso com a população”, frisou, Waldez.

 

A distribuição será coordenada pela Secretaria Extraordinária de Políticas para os Afrodescendentes (Seafro), além de órgãos parceiros, prefeituras, Corpo de Bombeiros, através da Defesa Civil, e comunidades.

“Neste momento de pandemia em que vivemos, através da mobilização do Governo do Amapá, os alimentos estão chegando às nossas comunidades. Reconhecemos todos que contribuíram com a execução desta ação, que é de extrema importância para o povo”, complementou o secretário da Seafro, Joel Borges.

A dona de casa, Maria Helena dos Santos, 68 anos, moradora da comunidade Cinco Chagas do Matapi, em Mazagão, destacou que as comunidades mais simples ainda sentem os impactos econômicos da pandemia, por isso todo suporte é importante.

“Desde o início da pandemia, recebo suporte como esse. Fico muito feliz em poder levar esse alimento para meus filhos e representar a minha comunidade na solenidade de entrega”, afirmou Maria.

Programas emergenciais

Em 2020 o Governo do Amapá criou programas sociais para garantir a segurança alimentar de famílias afetadas pela pandemia de covid-19, como Comida em Casa que já beneficiou 41.735 famílias, e merenda em casa que destinada para 120 mil alunos da rede estadual que foram entregues durante as aulas não presenciais.

Além da segurança alimentar o governo criou o Renda Cidadã Emergencial que garante o auxílio de R$ 300 para pessoas que não recebem nenhum benefício social como Bolsa Família, Renda Para Viver Melhor ou Amapá Jovem

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Marcelo Loureiro/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá