terça, 26 de outubro de 2021 - 18:50h - 1411
Novo Sala de Vacina do HMML já aplicou 200 doses de imunizantes para recém-nascidos
Inaugurada no dia 2 de outubro, espaço aplica doses da vacina BCG e contra hepatite b, imunizantes indispensáveis aos recém-nascidos.
Por: Karla Santos
Foto: Arquivo/Sesa
Os recém-nascidos devem receber, ainda nas primeiras horas de vida, as vacinas contra tuberculose (BCG) e hepatite B.

Em menos de um mês em funcionamento, a nova Sala de Vacina do Hospital da Mulher Mãe Luzia (HMML) já aplicou 200 doses da vacina BCG, contra tuberculose, e do imunizante contra hepatite B. O Governo do Estado inaugurou o espaço mais estruturado em 2 de outubro, para desempenhar estratégias nacionais, estaduais, municipais e internas de vacinação.

Destinada exclusivamente aos recém-nascidos, a sala tem como objetivo assegurar o crescimento saudável. A vacinação protege o bebê de diversas doenças que podem ser desenvolvidas ainda nos primeiros anos de vida.

Segundo o gerente do apoio diagnóstico do HMML, Diego Gama Dias, a imunidade que os recém-nascidos têm, por conta dos anticorpos recebidos das mães, diminui durante o primeiro ano de vida, o que torna as crianças mais vulneráveis às doenças.

“Quanto mais cedo o esquema vacinal for iniciado, mais cedo a criança estará protegida. As vacinas, que são seguras, estimulam as defesas do sistema imunológico do bebê contra várias doenças. Recomendamos que os pais tragam os recém-nascidos ainda nas primeiras horas de vida”, alertou o gerente.

A mãe de primeira viagem, Sabrina Suane, de 24 anos, levou a pequena Kevelyn Weny, de apenas 1 dia, para tomar a vacina contra tuberculose (BCG) e o imunizante contra hepatite B. Para Sabrina, a vacinação é indispensável.

“Eu trouxe minha filha para vacinar porque eu quero que ela cresça saudável e feliz, sem preocupações maiores com a saúde e eu sei que a vacinação é um fator importante para que isso aconteça”, afirmou a mãe.

A Sala de Vacina atende os nascidos na maternidade e em unidades hospitalares externas. O local funciona de segunda a sexta, das 7h30 às 17h30 e nos sábados, domingos e feriados, das 7h00 às 19h00. O responsável pelo bebê deve comparecer ao local portando o cartão do recém-nascido.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá