sexta, 26 de novembro de 2021 - 17:00h - 2993
Hemoap encerra programação da Semana Nacional do Doador de Sangue com música ao vivo
Apresentação do cantor Zé Miguel encerrou a homenagem aos voluntários que ajudam a salvar vidas com o ato de solidariedade.
Por: Karla Santos
Foto: Karla Santos/ Sesa
Atração encerrou a programação especial da campanha “Uma cor que nos une”, alusiva à Semana Nacional do Doador de Sangue.

Os doadores que compareceram à sala de coleta do Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap) nesta sexta-feira, 26, foram agraciados com o talento do cantor Zé Miguel, durante o encerramento da campanha “Uma cor que nos une”, alusiva à Semana Nacional do Doador de Sangue.

O artista amapaense encerrou a programação que contou com blitz de conscientização com a escola de samba Maracatu da Favela, e apresentação da banda do Corpo de Bombeiros.

O objetivo foi reforçar a universalidade da doação de sangue, além de homenagear os voluntários que ajudam a salvar vidas com o ato de solidariedade, como explicou a diretora do Hemoap, Ruimarisa Martins.

“Encontramos nesta programação uma maneira de agradecer a todos que nos ajudam fortalecer o estoque do Hemoap. Os doadores de sangue voluntários são verdadeiros heróis do cotidiano”, afirmou.

A diretora também intensifica a chamada de novos voluntários para ajudar a manter o estoque adequado com as tipagens sanguíneas O+ e AB+, que atualmente estão em baixa no hemocentro.

Sempre engajado nas ações de doação de sangue, o músico Zé Miguel reafirma a importância do ato de doar sangue como um compromisso de todos.

“Sempre que possível, eu busco incentivar a ideia de doar sangue entre o meu círculo social, como uma forma de influenciar sobre este gesto tão bonito e solidário”, disse o musicista, após cantar um repertório especial para o público presente na unidade.

Fidelizado ao Hemoap há dois anos, o contador Flaubert Brito, de 30 anos, acredita que doar sangue frequentemente é um ato que precisa ser difundido entre a população.

“Eu tenho consciência de que o Hemoap abastece toda a rede hospitalar do Estado, por isso sempre venho fazer a minha parte. Acho fundamental, até porque sangue é algo insubstituível e que não pode faltar nos hospitais”, completou o doador voluntário.

Quem pode doar sangue?

Pessoas com idade entre 16 e 69 anos podem doar. Os menores de 18 anos precisam de autorização dos responsáveis e os maiores de 69 podem doar apenas de houver histórico de assiduidade de doações.

É necessário pesar acima de 50 quilos, estar em boas condições de saúde, bem alimentado e descansado, além de não ter apresentado sinais ou sintomas de gripes nos últimos 14 dias e não ter testado positivo para covid-19 nos últimos 30 dias.

Para realizar a doação, é preciso portar documento oficial com foto e comparecer a unidade que fica localizada na avenida Raimundo Álvares da Costa, esquina com a rua Jovino Dinoá.

O funcionamento do Hemoap é pela manhã, entre 7h30 e 12h30. Além das doações por comparecimento espontâneo, também é possível agendar através de WhatsApp pelo número (96) 98811-0200.

 

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá