terça, 28 de dezembro de 2021 - 18:47h - 4616
Governo do Amapá impulsiona economia com injeção financeira de meio bilhão para o mês de dezembro
Valores são referentes a pagamentos de servidores, fornecedores e terceirizados, além de programas sociais, como o Amapá Jovem.
Por: Criles Monteiro
Foto: Maksuel Martins
A circulação dos valores reflete no movimento do economia amapaense, beneficiando o comércio local.

O Governo do Amapá injeta um montante de mais de R$514 milhões na economia amapaense neste fim de ano. A aplicação dos recursos é referente à folha de pagamento dos servidores públicos; programas sociais, como o Amapá Jovem; e incentivos aos empreendedores.

De acordo com a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), somente ao funcionalismo público, são destinados mais de R$380 milhões, somando folhas de pagamento do meses de novembro e dezembro - a folha de novembro está inclusa neste montante, uma vez que a injeção influencia na economia do mês de dezembro.

Também estão inclusos outros benefícios como a segunda parcela do 13º salário e pagamento dos funcionários da Unidade Descentralizada da Educação (UDE). Há, ainda, o pagamento do abono salarial para mais de 11 mil profissionais de educação com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e férias antecipadas para esse grupo de trabalhadores.

Segundo o gestor da Sefaz, Josenildo Abrantes, ao honrar esses pagamentos, o Governo demonstra organização, tendo em vista seu planejamento e política de gestão fiscal.

A circulação dos valores reflete no movimento do economia amapaense, beneficiando o comércio local, como feiras, betedeiras de açaí, supermercados, miniboxes, lojas de confecções, panificadoras, entre outros.

“Assim, é possível chegar ao final de 2021 com o pagamento de servidores, fornecedores e terceirizados em dia. O volume de recursos que o Estado aplica na circulação da economia vai fomentar os negócios do pequeno ao grande empreendedor", ressaltou o gestor.

Programas Sociais

A injeção financeira também inclui o pagamento de programas sociais para assegurar qualidade de vida à população nesta época do ano.

“Investimos mais de R$8 milhões para que a população pudesse ter um final de ano melhor e mais humanizado. Isso foi possível através dos programas Amapá jovem, Aluguel social e Renda para viver melhor”, relatou o secretário.

Outro ponto de destaque foi o fomento a pequenos e médios empreendedores através do pagamento referente ao Fundo de Desenvolvimento Rural do Estado do Amapá (FRAP), totalizando um recurso de R$3 milhões ao setor.

Em comprometimento também com o segundo setor, o movimento financeiro para este foi de mais de R$ 100 milhões, abrangendo fornecedores, credores e empresas terceirizadas. Além de mais de R$7 milhões referentes a repasses indiretos.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá